Obsessões #1: Plantinhas

Olha, se tem uma coisa que eu amo mas que faz eu me sentir uma velhinha, essa coisa é planta!

Acho que meu afeto por prantinhas vem de família,  mas acho que começou principalmente aos meus 10 anos de idade, quando inusitadamente ganhei da minha melhor amiga na época, Mariana, uma romãzeira de aniversário. Admito que quando recebi o presente não entendi muito,  primeiro porque romã era uma fruta que eu nem conhecia naquela idade e segundo porque “Planta, de aniversário?”, mas ela explicou: era pra eu cultivar a plantinha como cultivaríamos nossa amizade. Lembro que a Mariana era uma pessoa bem “naturalista”, amava as plantas e os animais, então depois da surpresa de ganhar uma planta de aniversário, eu achei tudo aquilo fofo e acabei criando muito carinho pela planta. Cuidei dela por muitos anos e com isso o amor por plantinhas foi só aumentando.

Tenho duas avós fascinadas por jardins e um pai que se deixássemos, passaria 10 horas seguidas aguando e cuidando das plantas da nossa casa. Acho a coisa mais fofa desde sempre, então eu não cresci muito diferente. Por causa deles, e da minha romãzeira como mencionei,  meu amor por plantinhas foi só aumentando ao longo do tempo, e desde que comecei a morar sozinha adotei várias, que logo transformaram a casa em lar.

Acho que quem me segue no Instagram já notou esse amor, porque olha… O que tem de foto de plantinha lá, não é brincadeira! Essa semana especialmente eu tirei literalmente um dia inteiro pra conhecer o Kew Gardens, jardim botânico real daqui e ficar rodeada por plantas e flores! O lugar é SURREAL e eu não poderia ter ficado mais feliz/satisfeita. Fiz vários registros por lá e como não deu pra mostrar tudo no insta, decidi fazer esse post pra mostrar mais fotos e deixar registrado meu amor pelas PRANTINHAS.

Segue as fotos, aviso logo que são MUITAS hihi <3


Processed with VSCO with g3 preset

Tcharã! Notaram meu amor por essas obras de arte da natureza? <3

Quem aqui também ama prantinhas?

Há algum tempo atrás quando perguntei o que as pessoas que me seguem no insta e que sempre interagem comigo queriam ver aqui no thaiste.com, uma das respostas que mais recebi foi “Posta sobre coisas que você gosta que são a sua cara”, na hora fiquei confusa mas acho que esse post se encaixa direitinho no que pediram, então pra continuar mostrando coisas que amo tanto ao ponto de achar que é obsessão (e que acho a minha cara), vou começar o tema #obsessões aqui no site! Esse foi o #1, qual vocês preferem ver no #2 entre os outros temas mais pedidos: papelaria (mostrar mais minha coleção/obsessão e falar onde compro tudo) que recebi bastante depois de postar no meu insta stories algumas coisas, viagens (falar e postar fotos da viagem de Copenhagen, que foi a mais recente), ou decoração? Além das outras coisas aleatórias que vou postar, como  também London Spots e sobre a experiência de morar sozinha aqui (que também já pediram bastante e tô devendo).

Enfim,

É isso! Agora que tô de férias tô ansiosa pra registrar tudo aqui com mais frequência. Continuem enviando e-mails e mandando dicas  e interagindo por direct, adoro ler e responder sempre <3

Thais Teixeira

John Mayer @ O2, London night 1 & 2: um sonho

Acho que deixei bem claro no meu Instagram a realização que foi finalmente ir a um show do John Mayer, mas precisava deixar registrado aqui também.

Em fevereiro comprei o ingresso pro show do dia 12, que em teoria seria o único show da tour The Search for Everything aqui em Londres, mas os ingressos esgotaram tão rápido que mais um show foi adicionado em Londres. Daí que há quatro dias atrás eu não resisti e comprei um pro do 11 também, e olha, foi a melhor decisão que tomei nos últimos dias. Valeu cada centavo e segundo de espera e ansiedade pro show começar. Mesmo artista nos dois dias, mas shows completamente diferentes. Completamente. No do dia 11 fiquei nas arquibancadas e tive una visão mais panorâmica do show e o setlist foi de cantar rezando. No segundo dia fiquei no meio da multidão, lá na frente do palco com direito a dançar, gritar e tudo que tinha direito. Experiências totalmente diferentes, mas as duas indescritivelmente MÁGICAS. Não tem como descrever… Foi incrível. Nem nos meu sonhos mais loucos imaginei que fosse presenciar tal espetáculo duas vezes seguidas ou que esses shows seriam tão lindos quanto foram.

Nos dois dias levei minha câmera pra teste e fiquei bem satisfeita com alguns registros. Não tirei muitas fotos, mas minhas favoritas das que tirei tô deixando aqui pra sempre que eu sentir saudade desses dias abrir essa página e relembrar desses momentos de pura felicidade que Londres me proporcionou.


Processed with VSCO with c1 preset

 

Enfim, fica aqui o registro.

John Mayer ao vivo superou todas as minhas expectativas e só confirmou que pra mim ele é um dos artistas mais fodas da atualidade, mas que ainda não é tão valorizado ou reconhecido quanto merece. John Mayer, see you again in São Paulo <3

Thais

Voltei! e trago companhia <3


OI! Voltei e trago comigo o coelho mais fofo que um coelho can possibly be. <3

Final do ano passado eu prometi a mim mesma que voltaria a registrar mais momentos aqui, mas claramente: fail.

Mal sabia eu que assim que o novo termo letivo da universidade começasse eu não teria tempo nem para mim, imagina para escrever algo que não fosse relacionado ao meu trabalho de conclusão de curso. A verdade, admito, é que durante esse período em que vivi com a cara nos livros eu mordi minha língua e mordi feeeeeio. Explico: sempre que eu via alguém – geralmente nas minhas redes sociais – reclamando de TCC, eu pensava comigo mesma “cara, não deve ser tudo isso que tanto falam, parem de reclamar pelamordedeus”, mas claro, descobri da pior forma que era SIM tudo aquilo que tanto reclamavam haha. Agora, se é chato e exaustivo escrever mais de 50 páginas sobre um assunto em português, imaginem em inglês, que você tem que pensar inúmeras formas em que sua linha de raciocínio faça tanto sentido quanto fez quando você pensou em português. Não parece tão difícil, until you have to do it.




 

Enfim, foi de longe um dos períodos mais estressantes e cansativos da minha life, mas ACABOU. A-C-A-B-O-U, e em julho tô me formando real oficial, com direito a cerimônia formal, chapéu pelos ares e aquelas fotos clichês de graduação.

 

 

Considerando então que eu só tenho mais um trabalho pra entregar essa semana, isso significa também que eu vou ter muuuito mais tempo e cabeça pra voltar a registrar tudo do jeito que eu queria, aqui. Fazer tudo que deixei de fazer quando só podia pensar em TCC e fazer também tudo que não fiz ainda: conhecer alguns lugares novos que já estavam nos meus planos há séculos, conhecer novos cafés que me indicaram, fazer mais algumas viagens e enfim… Aproveitar mais e sem preocupação alguma.

 

 

No meio de um dos piores momentos de stress que vivi apareceu a oportunidade perfeita, como um sinal divino, de fazer uma boa ação – ao animal e a mim mesma – de adotar um coelhinho e ser feliz. E fazer ele feliz.

 

 

Num domingo após incessantes horas de estudo eu cheguei em casa com uma caixa em mãos, com um mini ser vivo dentro dela. Coloquei a caixa no chão, observei a cara de choque + felicidade da minha irmã, absorvi aquele momento por alguns segundos e de repente ficou tudo mais leve…

 

 

…E a ficha caiu: EU ADOTEI UM COELHO. <3
Fica aqui então alguns registros que fiz desse ser-humaninho mais fofo.

O nome dele é Pixel, tem pouco mais de 9 semanas de idade e atende (ou não) também por: Coelho, Ei Doido, Frank, Mininu, Flick, Mickey e Bicho.

 
.


Dessa vez eu tô voltando mesmo com o thaiste.com e amanhã vai ter até post sobre a minha realização de ter ido pros dois shows do John Mayer essa semana! Não podia passar em branco pois foi de longe um dos momentos mais mágicos que já vivi nessa cidade. <3

Thais

31 de outubro de 2014, 2015 e 2016

Acho que pela primeira vez na vida eu comemoro Halloween por 3 anos consecutivos.

2014 eu e amigos preparamos uma festa Halloween (em Fortaleza)  tão linda que não sei nem pq eu não tinha compartilhado essas fotos antes, então tô aproveitando a oportunidade pra deixar aqui, foi mara! Fui de soldado do exército.

2015 eu já tava aqui em Londres e fui convidada pra festa de uma amiga e foi uma das experiências mais legais que já vivi aqui. Nunca estranhos interagiram tanto comigo na rua! “Found you Wally!”

Esse ano fui pra festa da mesma amiga mas dessa vez não tive tempo de me fantasiar do que queria, então acabei comprando uma fantasia em cima da hora e fui de Jesse Pinkman!

2016

2015

2014

 

My skin care routine

Toda semana – seja na vida real ou online – eu recebo perguntas sobre o que eu faço pra ter uma pele boa e saudável, e como isso é uma das únicas coisas nessa vida que eu realmente sou vaidosa with, decidi vir compartilhar minha rotina de cuidados e meus produtos favoritos pra manter minha pele assim.  Ah, e já aviso de antemão que a maioria dos produtos que vou botar aqui foram indicados pelo meu dermatologista. É muito importante primeiro consultar um pra ter sua pele e necessidades analisadas antes de usar qualquer produto, ok? ok.

Bom, costumo dizer que ter uma pela bonita e saudável é como emagrecer, resultado de um processo. Não é só porque você paga a academia e foi 2 vezes que você vai ficar magra e saudável né? O mesmo acontece com a pele. Não é porque você comprou alguns produtos caros e dormiu com eles ontem que você vai acordar com a pele linda hoje. É um processo, e pra alguns sortudos, pode ser um processo curto e fácil, mas pra outros pode ser um pouco mais demorado e requer mais paciência, idas ao dermatologista e até tratamentos estéticos mais radicais… mas para esses dois tipos de pessoa uma coisa é certa: o cuidado precisa começar em casa e ter disciplina é de extrema importância.

Todo mundo passa por um período trash em relação a pele nessa vida, eu também passei, mas com tanto produto MASSA no mercado só pra isso, não entendo como gente da minha idade (sem problemas hormonais ou algo do tipo, claro) ainda passa por isso, juro como não entendo. Mas enfim, se o problema era não saber o que usar porque existe tanta coisa no mercado, esse post tá aqui pra ajudar nisso! Todos os produtos indicados têm o selo Thais de garantia, uso todos e garanto que deram resultado. E como disse antes: foram indicados por um dermatologista.

Organizei meus produtos por categorias e esses dois primeiros são os que eu gosto de chamar de “obrigatórios”, porque simplesmente uso eles há 7 anos, SETE ANOS, todos os dias da minha vida e acredito fielmente que foi por causa deles que minha pele deu um up em 100% desde que adotei eles e nunca mais nessa vida tive uma espinha sequer. SETE ANOS.

  1. Sabonete líquido Actine da Darrow: uso todo santo dia de manhã no banho, aliás, não importa quantas vezes eu tome banho no dia, eu vou usar ele. É literalmente só lavar o rosto com ele, tentando passar pelo menos 30 segundos fazendo espuma, despois é só enxaguar, enfim, vocês sabem como lavar o rosto né. O Actine ajuda a desobstruir os poros e controla a oleosidade da pele (que é a maior causa de espinhas/acnes) sem causar ressecamento (o que é muito difícil atingir com outros produtos). Tem também ação hidratante e anti-acnéica e dá a maior sensação de refrescância.
  2. Gel esfoliante Theracne da TheraSkin: uso dia sim, dia não, também no banho e após tirar o Actine do rosto. Esfolio levemente na região T do rosto. Amo profundamente esse gel, só que por ser esfoliante tento não usar todos os dias, mas não conseguiria viver sem ele. Ele tem ações anti-inflamatórias e é a base de Triclosan, que tem um efeito anti-séptico na pele, tirando as impurezas. Não indico pra quem tem a pele muito seca, though.
  3. Água Thermal La Roche Posay: quanto mais, melhor. Uso há cerca de um ano, sempre depois do banho quente que lavei o rosto com o Actine e o Theracne. Sempre que saio do banho saio parecendo um pimentão, tanto por causa da água quente quanto por causa da esfoliação que deixa a pele um pouco sensível, então sempre que saio enxugo o rosto e aplico a água termal. Dá um alívio maravilha por ser geladinha e calmante, então deixo secar naturalmente. Essa água tem efeito calmante, anti-inflamatória e anti-oxidante, então sempre que tenho a oportunidade aplico de novo no rosto, principalmente durante o inverno.

Uso esses 3 sempre, sempre e sempre. Moram no meu coração e acho que devo principalmente a eles por ter uma pele boa hoje.

Sobre esse sabonete líquido cleanser da Bioré: comecei a usar há 3 semanas e tô achando MARAVILHOSO, tá prestes a entrar na lista de obrigatórios. Comprei ele por indicação de amigas pois é a base de carvão e eu tava exatamente procurando por um produto um pouco mais radical pra fazer tipo uma detox na pele, tipo depois de um final de semana que eu tenha passado todo usando maquiagem, por exemplo. Achei ele super cheiroso e refrescante, mas é de fato bem “radical/pesado”. Algo que eu não usaria todo dia, usaria no máximo 2x por semana, como tenho feito. Depois do uso dá pra sentir logo em seguida a pele bem limpa e desintoxicada, no entanto arde um pouco enquanto faz efeito, e se cair nos olhos prepare-se para ir até o inferno e voltar. A pele fica tão refrescante depois que parece que você esfregou hortelã pura nela. A aplicação de água termal em seguida pra mim é obrigatória.

Esses são os produtos que uso toda-santa-noite com objetivos mais específicos, mas que por serem tão bons e por suprirem perfeitamente minhas necessidades, também se tornaram de uso obrigatório na minha rotina. Esses também foram indicados pelo meu dermatologista e com pouquíssimo tempo de uso mostraram os resultados que prometiam, o que me deixou muito viciada e muito satisfeita.

  1. Corpo: Lipikar loção corporal da La Roche. É um hidratante que por ser fluido, bem levinho e de extrema ação hidratante é meu preferido. Não deixa o corpo pegajoso nem oleoso. A pele absorve ele todinho e você fica se sentindo uma coelhinha de tão macia que ele deixa sua pele. Aplico no corpo ainda úmido pós-banho. Ah, e vale avisar que ele não é perfumado, o que é inclusive um dos motivos que me faz gostar ainda mais dele, pois ele não fica brigando com o cheiro do body-spray que uso. O Lipikar é de uso obrigatório durante o inverno, tô no outono ainda e já tô usando pelo menos 3x por dia.
  2. Boca: Bepantol Baby. A pomada milagrosa que serve pra quase tudo nessa vida é a melhor do mundo quando se trata de lábios ressecados. A bepantol já lançou uma própria pros lábios, mas trust me: de lipbalms eu entendo e nenhum funciona melhor que a própria pomada Bepantol pra assadura de bebês. Infelizmente ela é um pouco pesada e muito branca, impossibilitando o uso durante o dia, mas é por isso que ela dura tanto nos lábios e eu sempre uso pra dormir. Quando acordo ela ainda tá intacta e minha boca parece outra de tão hidratada. Uso muito durante vôos tanto nos lábios quanto nas cutículas. Fica a dica.
  3. Mãos: Nivea Creme. Aplico nas mãos antes de dormir e gosto pois além de fazer efeito, tem o cheiro levinho. Não uso durante o dia pelo mesmo motivo do bepantol: acho meio pesado.
  4. Rosto: Pigmentclar Serum da La Roche. Quando meu dermatologista disse que o conteúdo mágico desse frasco revitalizava a pele, deixava a pele iluminada e principalmente eliminava manchas, eu obviamente não acreditei. Seria um milagre, mas adivinhem só? Funciona mesmo. Parei de acordar com a pele borocochô e noto claramente que ele deixou minha pele mais uniforme, tirando manchas indesejadas e clareando/iluminando a pele como um todo. É realmente mágico. Desde que comecei a usar  meu uso de maquiagem diminuiu em pelo menos 50%. Aplico no rosto (exceto região dos olhos) antes de dormir. O único defeito dele é que arde um pouco nos primeiros dias e é um pouco oleoso, mas vale a pena e cada centavo (não lembro o preço exato, mas lembro que foi meio carinho).
  5. Olhos: Redermic Hyalu C Olhos da La Roche. Eu tinha um sério problema com olheiras porque sempre dormi em horários loucos e sempre tive que lidar com jetlag, então sempre que as olheiras apareciam eram bem profundas e escuras. Sabendo disso meu dermatologista indicou esse creminho, que é um antienvelhecimento a base de vitamina C e ácido hialurônico, que é o mesmo ácido usado para preenchimento nas olheiras e nas rugas. Notei o efeito dele já nos três primeiros dias de uso. Passei a acordar com a região dos olhos mais revitalizadas e olheiras muito mais discretas. Sem falar que meu uso de corretivo diminuiu significantemente desde que comecei a usar ele.

Quem não ama a LUSH? o Dark Angels e o Mask of Magnaminty são meus bebês. Uso um dos dois pelo menos uma vez por semana. O Dark Angels por ser a base de carvão e outros minerais uso pra fazer detox da pele, pois funciona desobistruindo os poros. Já o Magnaminty é tão refrescante e com um cheirinho de menta tão maravilhoso que é perfeito pra aqueles dias que você só quer ficar de boa, relaxar e se sentir fresquinha. Fico com eles na pele até secarem completamente e quando vou tirar dou uma leve esfoliada. Fica a dica, além de serem orgânicos, também são cheirosos,  hidratantes e claro, cumprem o que prometem!

Quem acha que a água Micellar Sensibio H2O da Bioderma é a melhor, é porque nunca experimentou a Drama Clean água micellar da Soap&Glory. Não tiro os créditos da água da Bioderma, ela é realmente maravilhosa, mas pelo mesmo preço compro uma da Soap&Glory maior (350ml) e incomparavelmente melhor, com cheirinho bem leve de pêssego e com a refrescância do pepino. Sem falar que dá pra usar pra tirar a maquiagem sem precisar enxaguar em seguida, pois ela também tem o efeito hidratante e detox e pode ser deixada no rosto. Fica a dica.

Eu nem ia postar esses outros produtos, mas depois acabei decidindo mostrar pois antes de usar os produtos da La Roche pro rosto, eram esses que eu usava e também gostava muito. Durante o inverno fico alternando entre esses e os da La Roche, por esses terem mais efeito hidratante que funcionam perfeitamente quando meu rosto grita de tão ressecado no inverno.

  1. Bepantol Derma Spray: aplico no rosto antes de usar maquiagem. É hidratante e também pode ser usado no cabelo! Único defeito é o cheiro, tem cheiro de queimado.
  2. Fab Pore Cleanser da Soap&Glory: vem com um lencinho pra você mergulhar em água morna e botar por cima da pomada aplicada no rosto. Ele é a base de pantenol, por isso é bem hidratante. Depois de uns 3min com o lenço e a pomada no rosto é só lavar. Costumo fazer isso antes de dormir, porque as vezes deixa a pele tão hidratada que fica oleosa.
  3. Papuless da TheraSkin: gel anti-acne. Não deixa a pele oleosa, seca rapidinho e sempre uso quando aparece qualquer indício de acne no meu rosto. Funciona e a acne já amanhece desinflamada.
  4. Regenerist Luminous da Olay: creme pra região dos olhos, olheiras. Usava ele e garanto que melhora bastante o aspecto das olheiras, mas não tanto e muito menos tão rápido quanto o Redermic da La Roche. Pra quem tiver paciência, vale essa opção!
  5. Even Brighter da Eucerin: ilumina e revitaliza a pele e eu também gosto muito, mas também desde que comecei a usar o Pigmentclar, só uso esse no inverno por ser um pouco mais hidratante.
  6. Nutrilogie 3 da Vichy: é o melhor hidratante facial da vida! nunca deixei de usar e whenever eu começo a sentir minha pele ficando um pouco seca, não importa a época do ano, eu já passo no rosto todo! Sempre aplico um tiquinho de água termal antes, seco e depois passo esse hidratante.

Opções boas e baratas: máscaras de farmácia. Sempre compro um sachê ou outro que encontro pelas farmácias e fico testando. Claro que nenhuma dessas é melhor que uma da Lush, por exemplo, mas também são super hidratantes e cheirosas. Minha favorita é uma de Marshmallow que tem na Boots, dá vontade até de comer de tão cheirosa.

Como falei lá em cima: de lipbalm eu entendo. Amo/sou.

Sofro MUITO de lábios ressecados, por isso ando com um lipbalm  em cada bolsa e compartimento delas. Tenho literalmente uma caixa ao lado da minha cama com pelo menos 10 lipbalms diferentes, porque sempre compro e fico testando qual funciona melhor pra minha necessidade do momento. As vezes minha boca fica tão seca no inverno que chega a sangrar, então nunquinha nessa vida arrisco andar sem um desses na bolsa, então passou de necessidade, pra vício e pra obsessão. Tenho de todos os tipos, cores, cheiros, gostos, marcas e variedades.

Como mencionei antes,  melhor de todos é a pomada bepantol pra bebês, é uma pena que não dê pra usar o tempo todo!

Esse é o hidratante de mãos que uso todos os dias durante o dia e que tenho um em cada bolsa. É da mesma marca de lipbalms: EOS. Amo e defendo pro resto da vida, é levinho (não deixa a mão pegajosa), cheiroso, pequeno e por isso extramente prático de carregar pra todo canto.

Enfim, FIM!

Nunca imaginei que esse post fosse ficar tão longo, mas espero que gostem e que ajude!

Adoro cuidar da pele e sempre abominei espinhas, por isso não chego nem perto do risco de ter uma, principalmente depois daquela fase trash da adolecência. Ninguém merece pausar a pele naquela época né? Dá pra ter uma pele linda e saudável sim e é mais fácil que dieta pra emagrecer! É só cuidar e ter um pouquinho de paciência, não é do dia pra noite e assim como a dieta, não adianta ficar se enganando! Então pra quem tem interesse em ter e admira uma pele boa e saudável, cobrir com maquiagem não ajuda, só piora. É melhor investir em produtos pra resolver o real problema do que gastar em maquiagem só pra esconder, né? Sem falar que no final das contas, a maquiagem nunca esconde 100%, mas seria perfeito se escondesse né? 🙁

Ah, todos esses produtos duram bastaaaante tempo, então fica a dica.

Se vocês conhecem algum produto diferente que também funcionaram como mágica pra vocês, vou adorar saber qual é! Indiquem nos comentários ou continuem enviando e-mails fofos, que eu amo receber <3

Até o próximo post! 🙂

 

 

Antes ela fazia tudo sempre igual, mas não mais.

Por praticamente 2 anos eu fiz tudo sempre igual.  Durante a semana eu acordava, ligava a máquina do café, entrava no banho e quando pronta, descia e  atravessava duas ruas pra chegar na aula. Na universidade também era sempre tudo igual, passava na catraca, comprava mais um café, subia dois lances de escada e pegava o elevador até o sétimo andar. Dava bom dia aos mais próximos e por causa dos meus 2 graus de miopia procurava sentar o mais perto possível do professor e seus slides. Ficava ali  por cerca de 4 horas. Quando a aula acabava e as deadlines não me obrigavam a ficar até 10 da noite na biblioteca da universidade, eu atravessava de volta as duas ruas pra chegar em casa. Em casa era tudo mais igual ainda. Elevador, chave, porta. Entrava, olhava ao redor, tirava o sapato na porta do quarto e voltava pra cozinha. Abria a geladeira pra pensar “nissin miojo, resto de ontem ou elaborar?”. Se a maioria das louças estivessem sujas eu só enfiava o tupperware com o resto do jantar da noite anterior no microondas, se não, com uma única panela preparava em 3 minutos um miojo. Caso estivesse tudo limpo, elaborava. Quando a refeição tava finalmente decidida, ou eu levava a comida pro quarto pra comer assistindo algo no Netflix com o namorado (via Skype), ou eu sentava na sala pra comer com a própria companhia, olhando pro nada, pensando na vida e nas vontades que praticamente nunca passaram de vontades. Depois disso era banho, cama, Skype com o namorado, facetime com a família, algumas vezes algo pra universidade e dormia, nunca o suficiente, mas dormia. No dia seguinte era tudo igual.

Eu nunca achei aquilo chato e era menos tedioso do que soa falando agora. Ah, e não me entenda errado, eu nunca deixei de me sentir uma pessoa muito sortuda/abençoada/feliz (you name it) por estar vivendo a oportunidade que eu estava, mesmo que naquela hora eu já estivesse acostumada e ela não parecesse tão extraordinária assim. Era viver em Londres, morar sozinha, estudar na melhor universidade, era ter independência… Só que por 2 anos talvez tenha faltado o ingrediente principal para que o conjunto dessa obra fosse perfeito: o entusiasmo.

Mas bem, uma hora o despertador tinha que tocar e no susto eu teria que abrir os olhos. Meu Deus, é Londres! É uma casa só pra mim e minha independência! É a melhor universidade!  wakeup

Eu precisei de alguns empurrõezinhos, de dicas de amigos/familiares e de conselhos de profissionais pra eu acordar e enxergar que eu não conhecia ninguém ao meu redor que estivesse tendo a mesma oportunidade que eu. Eu precisava deixar de ser besta, precisava enxergar que isso tudo um dia tinha sido meu maior sonho e mais do que nunca, aproveitar.  Eu precisava fazer mais do que eu gosto, eu precisava sair de vez em quando pra ser lembrada do quanto amo essa cidade. Eu precisava também me aproximar mais de quem eu me identificava, afinal, ninguém é feliz sozinho.  Quando a ficha começou a cair foi que eu notei que além de tudo isso, eu também precisava registrar mais, já que uma hora essa experiência chegaria ao fim e eu corria o grande risco de olhar pra trás e não ver nada.

Eu acordei. Abri meus olhos e decidi sair da minha zona de conforto, decidi que esse ano seria tudo diferente. Dois mil e dezesseis ponto dois  não será o mesmo de dois mil e dezesseis ponto um. Todo dia eu vou fazer algo diferente, mesmo que isso seja dormir do lado esquerdo da cama ou sei lá, voltar pra casa por um caminho diferente. De pouquinho em pouquinho vai ser tudo diferente e muito mais exciting. Como mencionei antes, vou fazer mais do que eu gosto e por isso vou escrever mais aqui e registrar mais, tanto os grandes quanto os pequenos momentos.

Quando eu comecei a escrever aqui foi com a intenção de manter isso como um diário (não tão) pessoal e registrar todas as experiências que eu vivia aqui, mas em algum ponto no meio do caminho eu parei e eu não sei bem explicar o motivo exato, mas sei bem que além de escrever, mostrar fotos e compartilhar coisas que eu gostava, essa página também me proporcionava a maravilhosa sensação que é de ajudar pessoas. Saber que algumas pessoas vieram estudar ou morar em Londres porque viram minhas fotos e eu dei o empurrãozinho que faltava nelas pra fazer isso, é inexplicável. E se eu posso continuar a fazer isso, por que não continuar, right? Ao invés de responder os e-mails de um por um com as dúvidas que algumas pessoas têm em relação a vir morar aqui, vou continuar juntando as dúvidas mais frequentes e respondendo num post só, como fiz nos últimos dois. Claro que quem preferir pode continuar enviando e-mail, sempre amei recebe-los e continuarei respondendo com maior prazer, e se tiverem indicações de posts, dúvidas que ainda não foram esclarecidas ou qualquer outra coisa, é só falar aqui nos comentários.

fullsizerender-2

O que eu fiz de diferente hoje: tentei dormir antes das duas da manhã, cheguei na aula antes de faltar 2 minutos pra ela começar, tomei um latte ao invés de café preto, troquei uma idéia com um menina do curso que eu nunca tinha falado na vida, não pulei o almoço, almocei sushi, voltei pra casa por um caminho novo e lavei a louça a mão (geralmente deixo acumular um pouco e depois ponho na máquina).

Lucro do dia: acordei mais cedo e por isso cheguei mais cedo na universidade, descobri que o latte da universidade não é tão ruim quanto o café de lá, troquei telefones com a Julia caso a gente precise de ajuda nos trabalhos da universidade, ganhei um sorvete de graça na volta do almoço e ainda descobri que o ônibus 133 para em frente a minha casa e passa por vários locais que não fui ainda! So far so good! 🙂

fullsizerender-1

New posts soon pipou.

Bye.