Home Sweet Home

Pra mim poucas coisas são tão boas quanto chegar em casa…

Viajar tem seu valor, mas meu coração para mesmo é quando eu abro a porta do meu canto favorito e sinto esse cheirinho do meu quarto. Nada tão bom quanto deitar na minha cama, sentar na minha cadeira, usar os meus computadores, ligar minha sky, minhas luminárias, tomar banho no meu chuveiro quentinho e depois finalmente ligar meu congelante ar-condicionado. Poderia passar minha vida toda assim, nessa auto-suficiência entre eu e minhas coisinhas.

Ir pra casa de praia me mostra que eu posso e consigo viver sem tudo isso e que também mata uma fração desse meu vício por esse espaço, mas o que aquela casa mostra mesmo é que eu morro de tanta saudade de cada objeto daqui em menos de 2 dias e a vontade de voltar pra cá começa antes mesmo de chegar lá.

Troco muitos programas pra ficar aqui. Mesmo que seja sem fazer nada… Só assim, vendo o tempo passar e escutando o iTunes – às vezes alto ou até baixinho – rolando. Só eu sei o quanto eu dou valor a isso, ficar no melhor canto do mundo tranqüila e observando cada coisa que tem aqui e pensando no que ainda quero acrescentar. A cada metrinho quadrado tem um milhão de “eus”. Em cada objeto alguma coisa de mim. Consigo perfeitamente ser feliz aqui sozinha, mas quando consigo juntar o “aqui” com “em boa companhia” minha felicidade fica mais completa do que inexplicavelmente completa.

Uma das únicas vezes (se não A única vez) que pouco senti falta do meu cantinho foi quando estava na europa, também sendo feliz e satisfeita. Quando estava sentada debaixo da torre ou observando o arco em Paris ou deitada na cama de uma “irmã” em Lisboa. Satisfação era tanta que tive que trazer um pouco daqueles “outros lugares favoritos” pra cá.

Esses lugares são inspiração, felicidade e parte do meu melhor “satisfeita”.

Sempre que eu chegar aqui, abrir minha porta, sentir o cheirinho do meu ambiente predileto, sentar em frente meus amados computadores e depois deitar no meu conforto vai sair sem querer querendo um “lar doce lar… finalmente” não importa quanto tempo eu tenha passado distante. Desde um minuto à semanas eu vou achar perfeito chegar aqui.

Melhor canto do mundo. Inspiração. Sem mais.

2 Comments

  1. manicure 9 de abril de 2017

    With havin so much content do you ever run into any issues
    of plagorism or copyright violation? My site has a lot of unique content I’ve
    either authored myself or outsourced but it appears a lot of it is popping it up all over the internet without my authorization. Do you
    know any ways to help reduce content from being stolen? I’d really
    appreciate it.

    Responder
  2. manicure 7 de maio de 2017

    Hey I know this is off topic but I was wondering if
    you knew of any widgets I could add to my blog that automatically
    tweet my newest twitter updates. I’ve been looking for a plug-in like this for
    quite some time and was hoping maybe you would have
    some experience with something like this.
    Please let me know if you run into anything.
    I truly enjoy reading your blog and I look forward to your new updates.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *